O Golpe de uma forma muito simples

  por Prof. Antonio Moraes - Campinas/SP O Golpe de uma forma muito simples: 1) O Governo do Brasil não tomou as atitudes que o USA queriam que tomasse, não fez as concessões e não traiu seu povo. 2) Os USA decidiram então tirar o governo do Brasil e para isso: 2.1 - Através da sua embaixada, buscaram aliados internamente no Brasil para formar...

URSULA VIDAL: Seminário Veias Abertas do Xingu

  “A BELO SUN vai ser o mal... O mal pra todos nós!” - Tatiane da Silva (Moradora do Assentamento Ressaca - Volta Grande do Rio Xingu) por Ursula Vidal Ontem foi realizado com a liberdade que nos garante a democracia brasileira o Seminário “Veias Abertas do Xingu”, interrompido violentamente pelo prefeito de Senador José Porfírio, Dirceu...

“DELAS POR ELAS” #ConversaViva2018

  "Delas Por Elas" é a continuidade do projeto#ConversaViva idealizado pelo nosso eterno presidente de honra, Paulo Fonteles Filho, que partiu do plano terrestre em outubro/2017. Paulo Fonteles Filho e Úrsula Vidal tiveram um encontro e afinaram a ideia para 2018 colocar o programa pra quebrar paradigmas e ser um canal que mobilize e organize as...

Leonardo: Se alguém pretende derrotar Lula, o lugar certo é nas urnas

O PCdoB tem uma candidata à presidência, jovem combativa com 36 anos, que apesar da idade tem experiência e trajetória honesta ao lado do povo. Ela tem apresentado uma proposta de frente ampla, juntando todos os setores patriotas que estejam interessados na construção de um programa de desenvolvimento que garanta maior participação dos...

“Defender Lula é defender a democracia brasileira”, diz senador Requião

  por Cristiane Sampaio O julgamento do ex-presidente Lula no próximo dia 24, em Porto Alegre, é um assunto que ultrapassa as fronteiras nacionais e possibilita uma discussão mais ampla sobre o jogo político que envolve a disputa judicial. Para o senador Roberto Requião (MDB-PR), a inclusão da comunidade internacional no debate é fundamental para...

Destinos Cruzados: no PA, maior parte das crianças que aguarda por adoção está fora do perfil procurado por futuros pais

  Enquanto há, no estado, 340 pretendentes a adoção, 55 crianças ainda aguardam em abrigos por uma nova família. Série produzida pelo G1 fala sobre esta realidade no Pará. ia, por que ele está indo e eu não?”. “E eu, quando vou?”. “Quando é que eu vou ter um pai novo, tia?”. Essas são frases ditas por crianças do abrigo Euclides Coelho, em Belém,...

Isa Penna: 2018 sem medo de começar uma nova história

2017 foi muita coisa. Foi o ano em que gravaram Aécio – senador da república – falando que ia matar o próprio primo. Foi o ano em que prenderam os últimos três governadores do Rio de Janeiro. Foi o ano em que Wladimir Costa tatuou o nome de Temer em seu próprio corpo. O ano em que Temer homenageou as mulheres e disse sermos astutas seguidoras do...

INSTITUTO PAULO FONTELES DE DIREITOS HUMANOS

CartazO Instituto Paulo Fonteles de Direitos Humanos é uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, democrática, ecumênica, apartidária e politizada que atua na promoção e defesa dos direitos humanos observando sua universalidade, interdependência e indivisibilidade nas condições da Amazônia paraense, região marcada por conflitos históricos gerados pela forte penetração econômica de grupos nacionais e estrangeiros que, nos últimos 50 anos, foi o principal gerador do caos fundiário, grilagem das terras, crimes de pistolagem, desmatamento, genocídio indígena, pilhagem das riquezas, trabalho escravo, impunidade, fome e miséria.

O Instituto Paulo Fonteles de Direitos Humanos atuará no sentido de estimular a organização do povo, sua consciência crítica, na perspectiva da compreensão de sua condição de oprimido e buscando caminhos para conquistar ou fazer valer direitos inalienáveis, como a saúde, a segurança, a cultura, a educação, o direito à memória, a verdade, a justiça e à vida plena. Sua plataforma consiste na luta por uma sociedade justa, livre, igualitária, culta e sem classes.

A luta de Paulo Fonteles é fonte de inspiração para as novas e futuras gerações, que no limiar do século 21 ainda enfrentam os mesmos problemas. A sociedade, passados quase 30 anos de seu martírio, é muito desigual. Conhecer a vida de combates de Paulo Fonteles pela democracia, pela reforma agrária, pela independência nacional, pelos direitos humanos, fortalece, na sociedade,  a perspectiva de dias melhores.

AGENDA

SOBRE PAULO FONTELES

A trajetória daquele que seria uma das mais contundentes vozes da luta contra o latifúndio e em defesa das liberdades púbicas teve inicio quando o Brasil estava encarcerado pela quartelada de 31 de Março de 1964, que submeteu o país aos terríveis anos da Ditadura Militar, marcada pelas torturas e assassinatos, além da submissão aos interesses externos, notadamente estadunidenses.

O jovem Paulo Fonteles, oitavo filho do marítimo Benedito Lima e de Cordolina Fonteles – uma dona-de-casa que se tornou símbolo da luta conta a impunidade depois de seu assassinato, em 1987 – tomou parte nas manifestações que eclodiram pelo país quando do assassinato do estudante paraense Edson Luís, morto pela repressão política no restaurante Calabouço, no Rio de Janeiro. Naqueles dias a juventude brasileira ganhou pessoa e postura.

Seus relatos daquele período, pela força da sua poesia, revelam a permanente luta pela vida na forma da denúncia da bestialidade dos torturadores que alcunhava como “cães que cavalgam soltos”. Ali, no famigerado Pelotão de Investigações Criminais (PIC) e depois na Barão de Mesquita, no Rio de Janeiro, um dos maiores centros de tortura do país onde os bárbaros foram adestrados  por  víboras  que  insistiam  em afirmar que os métodos da Gestapo estavam ultrapassados e que era necessário reinventar a Santa Inquisição. Naquelas duras condições, ao saberem da resistência armada da Guerrilha do Araguaia, no Sul do Pará, tanto Paulo quanto Hecilda ingressam nas fileiras do Partido Comunista do Brasil.

Paulo Fonteles é eleito o primeiro presidente da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH) e nesse ambiente, em 1978, se coloca à disposição da Comissão Pastoral da Terra (CPT) para advogar para os camponeses do Sul do Pará.

Sua atuação, como advogado da oposição sindical nas contendas contra o pelego Bertoldo Siqueira, na luta para retomar para as mãos dos lavradores o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Conceição do Araguaia vai destilar o ódio em famigerados, como o Major Curió e o Ministro Jarbas Passarinho. Muitos dos instrumentos e quadros da repressão atuaram para derrotar a oposição e até a Rádio Nacional de Brasília fazia campanha para os caudatários do militarismo.

Em 1982 é eleito Deputado Estadual sob a consigna de “Terra, Trabalho e Independência Nacional” e no curso de sua atuação parlamentar é constantemente ameaçado e por diversas vezes denuncia da tribuna da Assembleia Legislativa do Pará as macabras listas de marcados para morrer onde figurava.

Em 1985, um Coronel do Exército e latifundiário, Eddie Castor da Nóbrega anuncia num dos principais jornais paraenses que iria atentar contra a vida do então Deputado. Fonteles no mesmo jornal responde que “se um coronel tem a ousadia de ameaçar de morte um Deputado abertamente, o que este senhor não faz com os trabalhadores rurais de sua fazenda”, concluiu.

Em 11 de Junho de 1987 todas as ameaças se confirmam e no final da manhã daquele dia é assassinado a mando da União Democrática Ruralista (UDR) na região metropolitana de Belém. A ação que atentou contra a vida de Paulo Fonteles ocorreu no mesmo momento em que se votava, no âmbito da constituinte, o Capítulo da Terra.

  • BREVE TRAJETÓRIA DA VIDA DE PAULO CÉSAR FONTELES DE LIMA

Até hoje os mandantes do assassinato de Paulo Fonteles não foram levados a julgamento e, como centenas de casos da pistolagem perpetradas pelo latifúndio seu crime permanece impune o que revela o caráter do judiciário paraense e brasileiro.

Agende-se

MAIS NOTÍCIAS

para os demais posts visite o BLOG.

Ameaças contra a mobilização popular devem ser repelidas

  "É preciso avisar ao prefeito Marchezan que os tempos sombrios daquele período, que esteve em vigor durante 21 anos terminaram" por Mário Augusto Jakobskind É lamentável a informação que vem sendo divulgada de que o serviço de inteligência do Exército está...

Margarida Salomão: O golpe do satélite e a conta do cidadão

  O caso do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação (SGDC) traduz com significativa nitidez tanto o momento de dificuldade que vivemos como o perfil do governo contra o qual lutamos. Primeiro satélite produzido integralmente com tecnologia nacional, o SGDC...

Brasil na encruzilhada: entre 1968 e 1988

  O ano de 2018 certamente não está escrito nas estrelas. As incertezas que o envolvem não nos permitem fazer prognóstico confiável, mas parece evidente que a disputa política será em ambiente de anormalidade, herança dos momentos de golpe de Estado Por Guilherme...

Greve e paralisação na segurança pública seguem no RN

  Há mais de 20 meses o governo vem atrasando o pagamento do servidores por Janaína Lima A gestão do governador Robson Faria (PSD) no Rio Grande do Norte está sendo marcada por greves e paralisações dos servidores do estado, desde novembro de 2017 foram intensas as...

DISTOPIA TEMER: A economia está melhorando? Para quem?

  Conforme divulgou o IBGE em dezembro, 52,2 milhões de pessoas viviam abaixo da linha de pobreza em 2016. Dados reforçam que o avanço dos indicadores propagados por governo e imprensa comercial está muito longe de beneficiar os brasileiros. SP Bancários – Os...

Cortes em ciência e tecnologia expulsam pesquisadores do Brasil

  Cortes em ciência e tecnologia expulsam pesquisadores e estudantes para o exterior. Buscam melhores condições para desenvolverem suas pesquisas. Estas são suas histórias. Por Felipe Betim "Para mim, cortar o dinheiro da ciência é uma improbidade administrativa muito...

“Estamos assistindo a uma espécie de revanche das elites”

  O dominicano Xavier Plassat, um dos líderes da luta contra o trabalho escravo na Comissão Pastoral da Terra, fala sobre o governo Temer em entrevista para a revista Carta Capital publicada nesta segunda-feira (1ª/1/2018). O jovem estudante de Sciences Po de Paris –...

CONVERSA VIVA

ASSISTA A ÍNTEGRA DA HOMENAGEM A PAULO FONTELES

VEJA AS FOTOS DO EVENTO

Paulo Fonteles - 30 anos

REDE TVT – SEU JORNAL

Aqui você pode assistir os jornais diários produzidos pela TV dos Trabalhadores.

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

Parceiros

Sites Relacionados

Redes Sociais

Coleções de Fotos

  • 1ª Caravana de Familiares de Mortos e Desaparecidos no Araguaia

.

.