Escolha uma Página

.

O projeto Brasil Nunca Mais continua sendo um importante acervo ao nosso país. Na metade dos anos 80, além de trazer a tona a repressão escondida pelo regime militar, provocou a discussão sobre a adesão do Brasil aos tratados internacionais contra a tortura. Hoje segue jogando luz sobre os fatos de nossa história e tal qual durante os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade, que foi um dos documentos online a serviço da CNV, mostra que o assunto não está esgotado e pode contribuir muito para os trabalhos da CEV-Pará.

Abaixo documentos de um processo com documentos sobre a prisão de Paulo Fonteles e Hecilda Veiga, Brasília, outubro de 1971, momento em que a ditadura reprimia na Universidade de Brasília (UnB) os estudantes ligados à Ação Popular Marxista-Leninista (APML).