mebendazol während der Schwangerschaft

 

Traduzir os direitos das crianças pelo olhar delas próprias em desenhos e ilustrações é um dos objetivos da exposição ‘Infâncias’, que reúne 50 peças feitas por estudantes das escolas municipais Ana Barreau e Monsenhor Azevedo, no Centro de Formação de Professores de Belém, no bairro de Nazaré. A mostra, que é aberta ao público, pode ser conferida até setembro e se propõe uma reflexão dos alunos sobre como percebem a infância, direitos e o atendimento deles em áreas como educação, saúde, lazer e cultura.

Segundo a coordenação do centro responsável pela exposição, os estudantes pesquisaram e construíram os desenhos e lustrações a partir da compreensão de valores, crenças, educação, saúde, lazer. “Eles são autores das próprias histórias e têm direito aos seus espaços e, principalmente, de poder mostrar ao que se resume a infância, de acordo com seus pontos de vista e referências”, pontuou Cilene Valente.

As crianças envolvidas nesse projeto tem idade entre seis e dez anos. Para Cassia Evelin, de 7 anos, ser criança é estudar e a ilustração dela mostra que isso acontece em uma escola com jardim florido e crianças felizes. Já a infância da aluna Marina Isabel, também de sete anos, mostra a paisagem de uma igreja com o céu com sol e arco-íris, que significam a proteção do anjo da guarda.

Exposição na Ilha de Cotijuba

O trabalho das crianças chamou atenção do professor José Maria Andrade, da Unidade Pedagógica da Ilha de Cotijuba que garantiu que pretende levar o mesmo projeto para ser trabalhado com estudantes da ilha.

“Nós, enquanto professores, precisamos deixar que o aluno sinta-se à vontade para se expressar e, assim, podermos ampliar conhecimentos, tanto do professor quanto da própria criança”, acrescentou o professor.

Serviço:

Os interessados em visitar a Exposição “Infâncias” podem comparecer ao Centro de Formação de Professores, na Travessa Rui Barbosa, nº 1653, das 9h às 11h30 e das 14 às 16h30, até a primeira quinzena de setembro. O agendamento de turmas escolares, da rede pública ou particular, deve ser feito previamente pelo email ecoarsemec@gmail.com.

FONTE: http://g1.globo.com/pa/para/noticia/exposicao-infancias-reune-obras-inspiradas-nos-direitos-das-criancas.ghtml