vermox-Banner

 

Leila Mourão

Como iniciativa de preservar o legado da atuação do ex-deputado Paulo Fonteles em defesa dos direitos humanos, lembrar os 30 anos de seu assassinato e denunciar a violência que persiste no Pará contra os agricultores, indígenas e ribeirinhos, o Instituto Paulo Fonteles de Direitos Humanos está organizando seu arquivo e preparando-o para digitalização. O acervo está sob guarda de Leila Mourão há décadas.

O projeto teve o apoio do deputado federal Edmilson Rodrigues e do Armazém Memória, e irá disponibilizar milhares de páginas do arquivo na internet no site do IPF-DH e na Universidade Federal do Pará, que terá a guarda do acervo físico.