Escolha uma Página

 

Professora da UFPA defendeu a continuidade do programa Parfor, que atende com aulas presenciais professores de várias localidades do estado.

A formação de professores da educação básica foi tema de audiência pública no Senado na terça-feira (10). Na ocasião, a professora da Universidade Federal do Pará (UFPA) Josenilda Maués, presidente do Fórum do Parfor (Plano Nacional de Formação de Professores), falou da importância do programa e da necessidade de continuidade dos cursos presenciais, que alcançam um maior número de docentes que moram na zona rural, ribeirinhos, quilombolas em especial da região Norte e no Pará.

A mobilização começou com a participação do ForParfor na reunião do Colégio de Pró-Reitores de Graduação das Instituições Federais (Cograd). “Nós apresentamos o Parfor, alguns dados a nível nacional e apresentamos as razões que mobilizam hoje a se manter na luta em defesa desse programa. Esse momento foi importante porque constituiu uma prévia da discussão que se daria depois no Senado”, explicou a professora da UFPA.

No final da manhã, a professora participou da audiência pública. Diferentes setores educacionais, pró-reitores de graduação de universidades, além de coordenadores institucionais do Parfor de várias regiões acompanharam a defesa do programa junto aos senadores.

“Nessa audiência pública foi demonstrado tanto a efetividade do Parfor no atendimento a formação inicial dos professores da educação básica quanto foi reivindicada a manutenção de uma política orgânica que considere o fato de que a oferta de cursos à distância não vai atender ao contingente de professores que atuam na educação básica que se encontram nas áreas mais remotas deste país e que precisam fazer essa formação com calendário especial, com um novo projeto de formação e de forma presencial”, afirmou a professora Josenilda.

FONTE: https://g1.globo.com/pa/para/noticia/formacao-de-professores-no-para-e-tema-de-audiencia-publica-no-senado.ghtml