vermox uk Apotheke

 

Levantamento do MEC obtido pelo G1 compara o valor de repasses do governo federal às 63 universidades federais na última década; dados já consideram a correção pela inflação.

Dados do Ministério da Educação obtidos com exclusividade pelo G1 mostram o histórico de repasses do governo federal a cada uma das 63 universidades federais do país na última década.

O levantamento leva em conta majoritariamente as despesas não obrigatórias, ou seja, que podem ou não sofrer cortes, já que o governo não é obrigado por lei a efetuar os repasses. Os valores já foram corrigidos pela inflação, usando como base de cálculo o IPCA médio.

Veja a situação das quatro universidades federais do Pará:

A Unifesspa existe há apenas seis anos, e registrou um aumento de 80% no número de novos alunos entre 2013 e 2017, de 635 para 1.158 matrículas de calouros. Desde 2008 o número de campi da Unifesspa saltou de um para cinco e 22 cursos foram criados, chegando a 38 no ano passado. Mas a instituição já opera com um orçamento menor, considerando a inflação, do que quando foi criada pelo governo federal e precisou fazer cortes em diversas áreas:

  • redução de 25% no valor das bolsas de assistência estudantil
  • planos parados de criação de novos cursos
  • planos parados de expansão de matrículas
  • troca de dois postos armados de vigilância por postos desarmados, que são mais baratos
  • demissão de quatro vigilantes terceirizados, situação remediada com a conquista de recursos suplementares do MEC

*Com informações do G1 PA