vermox Dosierung sirop

 

Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta terça (2) confirma o cenário mostrado pelo Ibope, no dia anterior. Segundo o novo levantamento, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) alcançou 32% das intenções de voto. Já Fernando Haddad (PT) apareceu com 21%.

Apesar do movimento #EleNão, que tomou as ruas do país e do mundo contra a sua candidatura no último sábado, Bolsonaro subiu quatro pontos percentuais desde a semana passada, segundo o Datafolha. Nem as declarações impopulares do companheiro de chapa, Hamilton Mourão, contra o 13º salário, tiveram efeito negativo em suas intenções de voto.

Já Haddad oscilou dentro da margem de erro, saindo de 22% para 21%. Ciro Gomes (PDT) se manteve com 11%, empatado tecnicamente com Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 10% para 9%. Os indecisos se mantiveram em 5% e os brancos ou nulos, de 10% para 8%.

João Amoêdo (Novo) apareceu com 3%; Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) têm 2%; Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL), Eymael (DC) e
Vera Lúcia (PSTU) registraram 0%.

O Datafolha entrevistou 3.240 eleitores de 225 municípios nesta terça (2). A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na simulação de segundo turno, Bolsonaro e Haddad aparecem empatados tecnicamente. No cenário em que os dois se enfrentam, Bolsonaro cresceu de 39% para 44% e Haddad oscilou de 45% para 42%.

O Datafolha também questionou o eleitor sobre os candidatos nos quais não votaria de jeito nenhum. A rejeição a Bolosnaro continua a maior, em 45%; Haddad tem 41%; Marina, 30%; Alckmin, 24%; Ciro, 21%.

 Do Portal Vermelhohttp://www.vermelho.org.br/noticia/315612-1